terça-feira, 16 de março de 2010

Por que é que as mulheres têm sexo?


Uma nota introdutória:
Como este é o meu primeiro post neste blogue, quero iniciá-lo com um agradecimento especial ao Gajo pelo convite que me fez e que muito me agradou. Quero igualmente deixar um beijinho particular à anterior Gaja com desejos de que continue a ler e a comentar o blogue. Espero muito sinceramente ser uma sucessora à altura.

Habituados às diferenças existentes entre o género feminino e o masculino (que no fundo abrilhantam e dão dinâmica à relação interpessoal entre os mesmos), não será chocante saber que a complexidade feminina se traduz igualmente nos motivos que a levam a ter sexo, ou fazer amor como preferirem.

Segundo o expresso (podem ler a notícia aqui) existem 237 razões pelas quais as mulheres têm sexo. As conclusões do estudo, que teve a duração de cinco anos, elucidam-nos sobre as diferenças existentes entre a idealização que nos vendem dos contos de fada (das histórias que nos contavam quando éramos pequenos) e a realidade. No mundo real não fazemos amor (apenas) porque olhamos para o outro e sentimos uma energia especial que nos impele ao contacto físico carinhoso. No mundo real fazemos amor por questões materiais (para aumentar o ordenado e assim ter uma vida economicamente desafogada), por razões físicas (para aliviar as dores de cabeça, visto o sexo ser um vasodilatador e assim permitir desaparecer com a velha desculpa feminina para fugir às “obrigações” sexuais) e por razões emocionais. Estas últimas são complexas, não falamos de carinho, de paixão, de amor ou de ternura. Falamos sim de fazer amor por termos pena do Outro, por nos permitir alcançar uma plenitude que nos aproxima de uma entidade divina, porque nos alimenta o ego na medida em que nos permite sentirmo-nos mais atraentes e capazes de levar um homem à perda de controlo, sentindo-nos por isso poderosas.

Este estudo permite visualizar a mulher como fria e calculista, como capaz de se despir da pele de “sensível”, “delicada” e “pura” que sempre lhe foi incutida socialmente. Nós fazemos sexo por muito mais razões do que aquelas que o decoro nos permite verbalizar. Falta afirmar que também as mulheres podem desejar ter sexo por puro prazer, sem este estar necessariamente associado a benefício algum para além do seu próprio regozijo. E quando as mulheres começarem a verbalizar livremente sem pudor nem julgamentos estas intenções saberei que estamos no caminho certo.

6 comentários:

Patrícia disse...

Acho incrível como é preciso realizar estudos científicos para ideias como estas serem "ouvidas/aceites" pelas pessoas .... serem consciencializadas.

Tudo isto se consegue constatar só de olhar à nossa volta, mas olhar com olhos de ver mesmo!

Não implica que concorde com tudo o que vejo....mas também não tenho nada que concordar. Apenas tenho que agir de acordo com o que sinto e com plena consciência dos meus sentimentos e actos.

Em relação ao ego....é preciso cuidado e acho que o ego deve ser mantido em low profile (como eu costumo dizer) porque "ele" afasta-nos da nossa essência e do que é realmente importante na vida.

O sexo ... faz bem, dá saúde e faz crescer! eh
Através do sexo conseguimos tomar consciência da nosso EU....e para mim desejo de ter sexo surge quando "sentimos uma energia especial que nos impele ao contacto físico carinhoso"... desejo de entrega.

Gostei do post....continuem!;)

Atena disse...

Acredito que até haja mais razões do que as 237 que são inumeradas!!!

:)


Bjito*

S* disse...

Porque é bom.



ahahhahah

Martini Bianco disse...

Eu acho que esta questão da mulher fazer sexo por muitas mais e diversas razões que o homem, já vem dos primórdios da humanidade, e por razões de sobrevivência, segurança, continuação da espécie, etc e só nas ultimas décadas é que começaram a ter a mesma liberdade que os homens, com todo o direito, mas é estranho que nos dias de hoje ainda hajam 237 razões???!! Complexas mesmo..lol

A Gaja disse...

Patrícia:
Acho que só quando revelam estes estudos consciencializam as mentes menos dotadas de que não somos tão diferentes uns dos outros como parecemos:)

Atena:
Também eu:P

S*:
Esse é um motivo:P

Martini Bianco:
Somos mesmo. Ainda hoje estamos a camuflar os nossos verdadeiros desejos:)

O Gajo disse...

Ó Gaja...

... já agora, que desejos, mais, é que costumam, as mulheres, camuflar?!?