quarta-feira, 7 de novembro de 2012

Faltam homens em condições

Faltam homens em condições, é uma frase que ouço diariamente. Nós já sabíamos que há menor quantidade de homens em relação ao número de mulheres no planeta, mas para além deste fator, os homens que existem estão longe de preencher os requisitos, cada vez mais elaborados, das mulheres.

Não sei até que ponto isto será uma realidade. O problema reside, na minha humilde opinião, nas expectativas irrealistas com que as mulheres são educadas: não basta que o homem seja meigo, ele tem de ser romântico, fazer surpresas, ter memória de elefante, ser atento aos pormenores, ser giro, ter bom feitio, gostar de bebés, cozinhar, conversar bem, entre muitos outros requisitos.

Outro fator que não ajuda a mulher a perceber bem o que quer é a busca incessante à procura da alma gémea, e é uma procura para ontem. Não dá tempo para se conhecerem com calma. É quase como se houvesse uma grande dificuldade e um sentimento de grande estranheza por se sentir sozinha, sem alguém com quem contar para os dias de menor sorte.

E na sequência do que disse anteriormente surgem os encontros combinados, que apesar de não ser nada conservadora, acho que retira a magia dos começos, o clique que acontece quando conhecemos alguém especial. E ando a ver estas situações com raparigas muito jovens, muito competentes e muito bonitas. Ando muito ultrapassada nestas questões de encontros amorosos.

4 comentários:

Vicky disse...

Sempre fui contra encontros "combinados" entre amigos de amiigos! Ou as coisas acontecem naturalmente ou já se sabe que mais tarde ou mais cedo ninguém vai aturar uma pessoa que foi meio "forçada"

O Gajo disse...

Gaja,

Depois de ler o teu texto, fiquei a pensar... Faltam homens em condições ou faltarão mulheres que apreciem e gostem dos homens por aquilo que eles são e não por tudo aquilo que elas gostariam que eles fossem?

Para nós, homens, é muito simples; nós gostamos das mulheres. Ponto! Mesmo com essas manias, expectativas e sonhos de Cinderela que referes aí no texto!

Logo, faltam é mulheres em condições...

De qualquer forma, sê bem-vinda, dois anos depois! Vamos fazer disto uma assiduidade.


Vicky e Gaja,

Os encontros "combinados" podem ser uma excelente forma de conhecermos outras pessoas e darmo-nos a conhecer um pouco melhor! Não significa, contudo, que desses encontros deva ou tenha que surgir um romance, affair, whatever... Se formos pessoas cativantes as coisas acabarão por acontecer naturalmente. Gaja, uma vez mais, ao referires "a magia dos começos", lá está o sonho de Cinderela presente em ti, que és mulher! É a natureza...

A Gaja disse...

Vicky:

Eu estou a mudar de opinião em relação a esse assunto, após ver diversos exemplos bem sucedidos à minha volta. Concordo que à partida, numa visão meramente racional, pareça um pouco forçado, um encontro combinado, sem nada sabermos da outra pessoa. No entanto, nos dias de hoje, vejo cada vez mais pessoas sós, com uma vida profissional muito desgastante que dificulta as saídas, os encontros naturais e impedem os cliques de acontecerem.
E depois, se pensarmos que o clique aconteceu, não haverá ninguém forçado na relação. Se não acontecer cada um seguirá a sua vida normalmente. Talvez não seja tão mau como parece.

A Gaja disse...

Gajo:

Eu mesma no comentário referi que duvidava dessa frase que ouço regularmente. Até porque eu acho que há homens em condições.
Os inícios têm sempre magia, mesmo nos combinados (se a outra pessoa se revelar interessante, como tu dizes). Eu, apesar de também ter os meus requisitos de cinderela,cada vez menos tenho essas fantasias como expectativas, a idade e as experiências da vida ajudam um pouco. No entanto, não podemos negar que duas pessoas que estão muito apaixonadas, num daqueles amores mesmo muito bons, tem uma magia daqui até à lua, não achas?

Obrigada pelas boas vindas a este retorno. Eu demoro sempre um bocado a perceber o que me faz falta:)